5 Razões para utilizar um aparelho odontologico

Um sorriso bonito, esse é o objetivo de quase todo mundo. Como prova disso, hoje as pessoas procuram por tratamentos odontológicos não só para fins funcionais, mas também estéticos como clareamento, lentes de contato, harmonização facial e até o aparelho ortodôntico.

 

Pois é, o aparelho. Por incrível que pareça, antigamente quem o usava sofria bullying e até tinha vergonha de sorrir, mas agora é tudo diferente e há quem procure um ortodontista só para ficar mais belo com os braquetes e borrachinhas coloridas.

 

Mas calma lá! Nem sempre (ou quase nunca) é indicado colocar aparelho apenas pela estética, sua finalidade é completamente funcional e você deve sempre consultar-se com um especialista da área a fim de entender melhor o seu caso e descobrir qual é tratamento indicado para você.

 

Sendo assim, quando ortodontistas costumam recomendar o uso do aparelho? Veja agora neste conteúdo:

 

  • Dentes tortos
  • Espaço entre os dentes
  • Mordida cruzada
  • Dentes girovertidos
  • Mordida aberta
  • Quando começar a usar aparelho?

 

Dentes tortos

 

Vamos partir do mais óbvio! Esse é o principal motivo para as pessoas recorrerem a um dentista e usar um aparelho ortodôntico.

 

Os dentes costumam desalinhar na infância quando há a troca deles, lá pelos 7 até os 12 anos. Por esse motivo adolescentes costumam aparelho móvel ou fixo.

 

“Meu filho tá com os dentes tortos, vou levá-lo agora a um ortodontista e ele vai sair de lá com aparelho!”

 

Calma mamãe, calma papai! Também não é bem assim.

 

Apenas o dentista pode diagnosticar cada caso, então deixe-o trabalhar e ver qual a melhor opção de tratamento (às vezes não é o momento de iniciá-lo, mas em breve você descobre o porquê).

Espaço entre os dentes

 

Outro motivo clássico!

 

Os dentes pequenos e espaçados causam bastante desconforto visual, já que dá um aspecto de sorriso infantil.

 

Para acabar com esses espacinhos, o aparelho é uma boa solução e que pode levar um certo tempo.

 

Porém, mesmo após anos com aparelho, ainda é possível que fique alguns espaços. Nesse caso, restaurações estéticas são bem-vindas.

 

Mordida cruzada

 

A mordida cruzada acontece quando a arcada superior não se relaciona corretamente com a arcada inferior, o que também é bastante comum.

 

Porém essa imperfeição no longo prazo é bastante maléfica à saúde e  pode causar perda de dente e também bruxismo.

 

Se esse é o seu caso, procure uma clínica odontológica e saiba mais sobre os tratamentos recomendados.

 

Dentes girovertidos

 

Bom, sejamos francos, ninguém conhece por esse nome. Eles são os famosos “dentes ao contrário”.

 

Isso ocorre quando um dente gira e fica fora da posição ideal, o que pode causar complicações bastante severas.

 

Aqui, novamente, o tratamento ortodôntico costuma deixá-los na posição correta e traz bem-estar ao paciente, além da satisfação estética.

 

Mordida aberta

 

A mordida aberta é a inexistência de contato entre dentes superiores e inferiores. Pode ser na região anterior (dentes da frente) ou posterior (dentes do fundo) e costuma estar na dentição de leite e também permanente.

 

Como toda a formação do nosso corpo, o fator hereditário tem um enorme peso, mas existem também alguns hábitos que prejudicam a mordida. São eles:

 

  • Chupeta em excesso;
  • Amamentação prolongada;
  • Desatenção dos pais durante a fase oral;
  • Dentre outros.

 

O tratamento é realizado de acordo com cada caso. Aparelhos fixos, móveis ou até cirurgias costumam ser feitas para acabar com o problema.

 

Quando começar a usar aparelho?

 

Essa é uma boa pergunta, já que muitos mitos costumam se misturar com as respostas. O mais famoso deles é: quanto antes o tratamento for iniciado melhor.

 

É claro que essa ideia é completamente errada.

 

Na verdade, especialistas costumam dizer que a criança só pode receber avaliação ortodôntica entre os 8 e 12 anos (depende de cada caso).

 

Nessa idade, os dentes permanentes já nasceram e os músculos da face estão em desenvolvimento, isso significa que o tratamento ortodôntico tem resultados mais rápidos.

 

“Não coloquei aparelho na infância, então não tenho mais jeito? Vou ficar com o dente torto para sempre?”

 

Está aí mais um mito! Adolescentes e adultos também podem iniciar o tratamento ortodôntico, mas como a musculatura da face já está desenvolvida, talvez seja necessário fazer a extração de um ou mais dentes para alinhar os demais.

 

Então, se você tem algum dos casos citados procure um especialista, seja pelo seu plano dental ou uma clínica de sua preferência e comece hoje mesmo a cuidar da sua saúde bucal.

 

Por fim, é válido frisar: apenas profissionais da área podem te dar o diagnóstico e apresentar o melhor tratamento, use conteúdos como este apenas para se informar e nunca como um fator de decisão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *