Curvatura Peniana tem cura?

A doença de Peuronie pode ser conhecida também como pênis curvo ou denominada de curvatura peniana/pênis. Ela pode ocasionar diversos problemas durante a relação sexual, além de poder causar dores.

Curvatura peniana como tratar

Em uma pequena porcentagem dos homens, a doença de Peyronie vai embora por conta própria. Mas na maioria das vezes, o tratamento é necessário.

Em primeiro lugar deve-se avaliar o grau da curvatura peniana. Um teste de ereção com medicamentos (ereção involuntária – sem desejo sexual) pode ser feito no consultório sendo possível avaliar se a curvatura apresentada ira atrapalhar a sexual normal, mesmo o paciente ainda não tenha de fato iniciado uma evitando futuros constrangimentos.

Dependendo da curvatura do pênis seu médico recorrerá a alguns anti-inflamatórios, injeções de corticoide e vitamina E, que age como antioxidante, diminuindo o processo inflamatório.

Outra opção de tratamento e a mais indicada baseiam-se no procedimento cirúrgico, envolvendo o encurtamento do lado afetado pela curvatura, ou o alongamento do lado afetado pela curvatura do pênis.

De qualquer forma existem diversas técnicas a serem adotadas e a melhor escolha dependerá da sua condição. Seu médico irá diversos fatores como a localização do tecido cicatricial, a gravidade dos seus sintomas, o grau de curvatura peniana e outros fatores.

Leia também nosso artigo sobre como aumentar o pênis com o Libid Gel

Riscos da cirurgia para a doença de Peyronie (pênis curvo)

• Em alguns casos raros a curvatura do pênis pode retornar

• O pênis pode diminuir de tamanho

• Diminuição da capacidade de ereção

• Diminuição da sensibilidade no pênis

Dr. Paulo Egydio

Doutor em Urologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – USP, com especializações em dois dos centros de maior reconhecimento em Urologia do mundo: “The Cleveland Clinic Foundation – USA” e “Mayo Clinic – Mayo Graduate School of Medicine – USA”. Foi Professor Assistente de Urologia na Clínica Urológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – USP por 8 anos, com foco em cirurgias penianas. Participa frequentemente como Professor Convidado em Universidades e Congressos Internacionais, ministrando aulas e realizando cirurgias demonstrativas em diversos países do mundo.

O Dr. Paulo Egydio, urologista e andrologista, é internacionalmente reconhecido como um dos maiores especialistas da atualidade no campo da cirurgia reconstrutiva urogenital, que compreende um conjunto muito vasto de tratamentos clínicos e procedimentos cirúrgicos:

  • cirurgia dos corpos cavernosos;
  • cirurgia para correção de deformidades no pênis (curvatura, afinamento, redução de tamanho por fibroses, como doença de Peyronie e pênis curvo do jovem – congênito); cirurgia oncológica;
  • cirurgias para implante ou reimplante de próteses penianas infláveis e maleáveis;
  • cirurgia para colocação de próteses testiculares; reconstrução completa do pênis;
  • microcirurgia (reconstrução microcirúrgica do pênis, correção de varicocele, reversão de vasectomia);
  • cirurgias para tratamento de incontinência urinária;
  • cirurgia uretral; utilização de enxertos, malha sintética e matrizes acelulares (engenharia de tecidos).

Referência internacional em cirurgias penianas, já realizou mais de 3.000 cirurgias do pênis em paciêntes de diversos países. É frequentemente indicado por médicos e centros urológicos nacionais e internacionais, inclusive para casos mais complexos e diferenciados. Já operou mais de 100 médicos, inclusive urologistas. Ateste a credibilidade do Dr. Paulo Egydio acessando o curriculo, livros e premios recebidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *