Micropigmentação: Alternativa para Calvície

Você já deve ter ouvido falar da micropigmentação para alopecia (nome menos usado para calvície), mas será que realmente funciona? Ou melhor, resolve a sua queda de cabelo?

Como você, muitas pessoas têm as mesmas dúvidas, especialmente quando se trata de queda de cabelo.

Portanto, a técnica é introduzir pigmento na derme para conseguir uma maior densidade capilar tanto para homens como para mulheres.

Se você ainda está um pouco confuso sobre como este tratamento é feito, vamos explicar tudo imediatamente!

A micropigmentação funciona realmente para calvície?

A micropigmentação do couro cabeludo é semelhante a uma tatuagem. É um procedimento não cirúrgico, ideal para tratar a alopecia e até mesmo para esconder cicatrizes.

O efeito é permanente e imediato, sem efeitos colaterais ou contra-indicações, e o resultado é totalmente natural.

O tratamento consiste na injeção de pigmentos no lugar da queda do cabelo, o que dá o efeito de densidade.

Como é realizada a micropigmentação no couro cabeludo?

O médico utiliza uma agulha para injetar micropigmentos na derme, que são pequenos pontos coloridos que preenchem espaços onde já não há cabelo ou fio.

Ele usa um aparelho chamado dermógrafo, e para obter uma boa profundidade de cada aplicação, a agulha penetra aproximadamente 1 mm sob a pele.

Para obter melhores resultados, a velocidade, pressão, frequência, penetração da agulha, aparelho, pigmentos e as cores são cruciais para todo o processo.

Que casos são tratados com micropigmentação?

Além do tratamento da alopecia, a micropigmentação também é utilizada para

  • Dar à barba uma melhor aparência, especialmente barbas com defeitos ou desbaste;
  • Redesenhar a linha da frente e a parte da cabeça onde os sinais de calvície são mais evidentes;
  • Restaurar a linha da sobrancelha.

LEIA TAMBÉM: Quanto custa o curso de designer de sobrancelhas na Embelleze

Seja para aumentar a densidade do cabelo ou “fechar” a barba, redesenhar a linha da sobrancelha ou esconder uma cicatriz, a micropigmentação pode auxiliar.

Mas não se esqueça de encontrar um especialista neste tipo de tratamento antes de começar, senão corre o risco de não alcançar o resultado desejado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *